Budapeste

O Castelo de Buda e a Ponte Széchenyi

A principal cidade da Hungria, sua capital Budapeste, é uma das cidades que estão (já faz algum tempo) dentre os destinos preferidos dos viajantes que vão à Europa por unir beleza, história, gastronomia e ótimo preço!

Separada pelo rio Danúbio entre Buda e Peste, a cidade ainda abriga uma vida noturna muitooo famosa, cheia de estilo com seus ruin pubs (pubs em ruínas) contrastando com todo o glamour das suas ruas amplas e prédios majestosos.

Budapeste
Pelas ruas de Budapeste

Principais Atrações:

  • Parlamento de Budapeste – ainda hoje usado pela Assembléia Nacional da Hungria, esse edifício imponente chama atenção de visitantes do mundo todo, e faz um contraponto ao Castelo de Buda. A visita é obrigatoriamente guiada, e os ingressos podem ser comprados clicando aqui.
  • Castelo de Buda – tombado pelo Patrimônio Mundial da Humanidade, esse castelo imponente que se destaca em cima de uma colina, às margens do Danúbio, hoje é um complexo que abriga a Galeria Nacional da Hungria, o Museu de História de Budapeste e a Biblioteca Nacional Széchenyi. Ao redor é possível visitar vários jardins e o Palácio de Sandor, onde atualmente mora o primeiro-ministro.
  • Bastião dos Pescadores – antiga fortaleza do século XIX, que hoje serve de mirante da cidade, da onde se tem vistas maravilhosas do lado de Peste (em especial do Parlamento).
  • Termas de Széchenyi – outra fama que a cidade tem é pelas suas águas termais que brotam do solo, o que fez com que desde muito antigamente fosse costume dos húngaros ir aos banhos públicos para aproveitar os inúmeros benefícios da tal água vitaminada. O Széchenyi é um dos mais famosos, e fica localizado no Parque da Cidade. Você pode comprar os ingressos para as Termas de Széchenyi clicando aqui. Para o Spa Gellért, que é menor, mas fica dentro de um hotel luxuoso, clique aqui.
  • Basílica de Santo Estevão – é a maior e mais importante igreja da Hungria, em estilo neoclássico. É possível subir na sua cúpula para ter uma das melhores vistas, a cidade (e o melhor, de elevador!). Frequentemente é possível assistir à concertos de órgão na basílica, para mais informações acesse aqui.
  • Great Market Hall – o mercado público húngaro oferece tanto lojas de ingredientes, passando por souvenirs e roupas, até um dos melhores restaurantes que eu comi no país. Em breve terá vídeo sobre o mercado E o restaurante no canal, fica ligado!
  • Casa do Terror – antigo QG dos nazistas, e depois dos soviéticos, o museu conta a história da vida na cidade sob as duras imposições dos dois regimes e homenageia as suas vítimas.
  • Ruin pubs – são pubs idealizados nos anos 90, quando o país passava por uma crise e o lixo se acumulava nas ruas. Algumas pessoas resolveram pegar esse lixo acumulado nas ruas e transformar em decoração para pubs onde eles cobrariam pouco pela cerveja, mas entregariam diversão de sobra! Os ruin pubs resistiram à crise e ao tempo, e hoje são uma atração imperdível da cidade. Nós fomos ao Szimpla Kert, o mais famoso deles e que abriga vários bares e restaurantes dentro.
  • Grande Sinagoga – uma visita imperdível, com um tour cheio de explicações de cair o queixo sobre a vida difícil dos judeus na Hungria! É possível comprar o ingresso aqui, que dá direito a um tour pelo bairro judaico.
Termas de Széchenyi

Quantos Dias Ficar

Nós ficamos 4 dias inteiros na cidade, e tivemos tempo para fazer tudo com calma e ainda descansar um pouco. Budapeste geralmente é espremida nos roteiros em apenas 2 dias, eu aconselho no mínimo 3 dias inteiros e bastante disposição, principalmente se ir à pubs for uma prioridade para você.

Melhor Época

Budapeste tem estações do ano bem marcadas, tendo um inverno com temperaturas negativas e um verão em torno dos 27°. Os meses mais amenos, leia-se primavera, são entre março e maio (em março e abril se comemora o Festival da Primavera), e os de mais calor vão de junho à setembro, é ótimo para passear, mas as acomodações ficam mais caras.

Nós fomos em novembro, estava frio, mas andamos tranquilamente na rua, inclusive à noite. Acredito que os meses de setembro (mais pro final) e de outubro sejam os melhores.

budapeste
Fonte: weather2travel.com

Como Se Locomover

Quem lê o blog, ou nos acompanha nas redes sociais (não acompanha ainda? Corre lá então!), sabe que somos defensores do “expresso canela”! Não existe maneira melhor de conhecer uma cidade do que andar e se perder também pelas suas ruas.

Caso a canseira bater, é possível achar facilmente um meio de transporte na cidade, tudo funciona direitinho e todos os meios de transporte são interligados (metrôs, bondinhos e ônibus). Não esqueça de SEMPRE validar o ticket para evitar levar aquela multa chata 😉

Os tickets podem ser comprados nas estações mais próximas, em maquininhas automáticas, bem fácil.

Budapeste
O Monumento "Shoes on the Danube Bank"

Como Chegar

A cidade oferece opções para todos os tipos de transportes: carro, avião, ônibus, trem e barco!

Graças às low costs te amo Ryanair é possível visitar a cidade por um preço pequeno, dependendo de onde você sair. Mas ir pro aeroporto, perder duas horas lá dentro e etc nem sempre é a opção mais prática!

Para quem quer incluir trem no seu roteiro, a santíssima tríade Budapeste + Viena + Praga é uma ótima opção. Caso os trens estejam muito caros, ainda é possível fazer alguns trajetos de ônibus.

E, ainda, quem quiser fazer algo bem diferente (e dispõe de tempo e dinheiro) pode pegar um barco de Viena, mas fique atento para a temporada de funcionamento.

Já comprou seu seguro de viagem?

Independente do seu destino, o mais importante é voltar pra casa são e salvo.

A Multi Seguro Viagem é parceira da SAVE Pelo Mundo e oferece as melhores cotações do mercado para os nossos seguidores!

Clique para comparar os preços e achar o melhor custo x benefício para você, são centenas de opções de seguradoras líderes no mercado nacional e internacional.

E cliente SAVE Pelo Mundo tem desconto!! Só colocar o código MULTI7 e ganhar 7% de desconto.

Bate-voltas

Visegrád já foi capital da Hungria, e ainda hoje é uma das cidades mais importantes do país. Fica há 1 hora de Budapeste e lá é possível visitar um castelo medieval que fica no topo de uma colina.

Szentendre é uma cidade pequena, que dentre vários museus, abriga o Skanzen, um museu enorme a céu aberto que conta a história e os costumes do país.

Outra opção, é o Lago Balaton que é a praia oficial do pessoal que mora na cidade. São 600 km² usados para a prática de esportes aquáticos no verão!

Budapeste
Vista de Buda: Bastião dos Pescadores e Igreja Matias

Gastronomia Típica

Paprika, muita paprika é o que você vai encontrar nos restaurantes do país! Essa pimenta vermelha veio da América do Sul para cair no gosto dos húngaros e ficar pra sempre…

A maioria dos pratos é à base, ou contém, carne… O mais famoso deles, o goulash, é um ensopado de carne que divide a fama com vários outros países da região. Essa mistura de referências se deve ao império austro-húngaro, que faz com que muitos pratos famosos se misturem e tenham diferentes versões em cada país!

Nós fizemos vários vídeos para o canal sobre a gastronomia de Budapeste, para se inscrever e não perder nenhum é só clicar aqui!

Onde se Hospedar

Em breve aqui, post com review completo da acomodação que ficamos quando fomos pra lá! Você pode procurar outras acomodações na cidade clicando aqui.

Budapest Card

Você pode achar mais informações sobre e comprar o Budapest Card clicando aqui (em português € ou US$) ou clicando aqui (em português e R$).

Para saber se vale a pena comprar, ou não, um passe da cidade você pode conferir meu post City Passes valem a Pena?  que te ajuda a tomar essa decisão!

Gostou? Então não deixe de compartilhar com seus amigos e comentar abaixo!



PLANEJE SUA VIAGEM

Quer ajudar a SAVE sem gastar nada por isso?


Fazendo suas reservas através destes links nós recebemos uma pequena comissão, e você não paga nada a mais por isso.
Garanta sua Hospedagem: Booking.com || Hostelworld
Garanta seus Ingressos: Ticketbar
Garanta seu Chip internacional: Travel Mobile



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *