Você acabou de chegar na destino do seu intercâmbio, ainda não tem emprego (precisa adquirir experiência primeiro), não tem contatos e quanto mais praticar a língua, melhor.

O que fazer?
A resposta é trabalho voluntário!

trabalho voluntario
Muitas pessoas chegam e vão direto procurar um trabalho remunerado, eu sei, as contas são caras e tudo é incerto nos primeiros meses… Mas fazer trabalho voluntário vai te ajudar de diversas maneiras a alcançar os seus objetivos.
Começando por um dos principais fatores, que é conhecer gente nova! De diferentes culturas, países, línguas e sotaques. Além da carga cultural, que você vai levar pra sempre consigo, tem ainda o fato de que todos vocês estarão se comunicando em inglês (ou qualquer que seja a língua do país do intercâmbio), não existe outra maneira de se comunicar e aí você já treina sem perceber duas coisas, o listening e o speaking (falar e ouvir).
Com tantos países diferentes, os sotaques não fogem à regra e são bem diversificados, isso treina o ouvido para reconhecer as palavras e aumenta o vocabulário. Já o fato de ser obrigado a se comunicar apenas na língua do país do intercâmbio ajuda muito para perder o medo de falar, aprender as pronuncias corretas das palavras e também aumentar o vocabulário.
Outro ponto positivo é melhorar seu currículo, conseguir referências com seus supervisores e indicações com seus colegas. Muitas empresas acham um ponto positivo ter trabalho voluntário no currículo, e muitas vagas são preenchidas através de indicações.

trabalho voluntario
Você também pode descobrir novas habilidades, novos hobbies e até uma vocação, por quê não? Ao fazer trabalho voluntário, saímos da nossa zona de conforto e aprendemos muito com realidades diferentes da que estávamos acostumados.
E o melhor de tudo são as inúmeras possibilidades! Você pode trabalhar em festivais de música, fazendas, serviços comunitários, brechós de instituições de caridade e por aí vai… Existe um voluntariado para cada pessoa, as vagas variam muito entre carga horária, auxílios e tipo de trabalho, você com certeza vai achar algo que te agrade.
Geralmente esses trabalhos são fáceis de conseguir, sem muita burocracia e compromisso, porém aqui na Irlanda pelo menos existe algo chamado Garda Vetting para algumas vagas. Esse documento é o equivalente ao nosso de antecedentes criminais, e é exigido em sua maioria para vagas como cuidador de crianças, idosos e etc.
De qualquer modo, sempre cheque com a organização para a qual está aplicando para a vaga se existe algum pré-requisito necessário.
Você estará fazendo o bem ao próximo e retribuindo ao país que te acolheu com seu trabalho, se isso não é gratificante, então eu não sei!
PS: Em Dublin rola todo ano a Volunteer Recruitment Fair, um evento organizado pelo Dublin City Volunteer Recruitment.

Links Úteis Irlanda:

http://www.volunteer.ie/

http://www.casa.ie/

http://walk.ie/

http://www.servethecity.ie/

http://alone.ie

http://www.dubsimon.ie/Volunteer.aspx

https://www.ageaction.ie/

http://www.volunteerdublincitysouth.ie/

http://www.volunteerdublincitynorth.ie/

Links Úteis Mundo:

http://wwoof.net/

http://www.helpx.net/

http://www.workaway.info/

*Texto originalmente publicado no Blog da ICOT, onde semanalmente posto sobre curiosidades da Irlanda, dicas e desafios de ser uma intercambista em Dublin.



PLANEJE SUA VIAGEM

Quer ajudar a SAVE sem gastar nada por isso?


Fazendo suas reservas através destes links nós recebemos uma pequena comissão, e você não paga nada a mais por isso.
Garanta sua Hospedagem: Booking.com || Hostelworld
Garanta seus Ingressos: Ticketbar
Garanta seu Chip internacional: Travel Mobile



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *